A Reforma Protestante trouxe, certamente, muitos benefícios e heranças para nós, com o despertamento de um sono profundo no fanatismo religioso para o Evangelho Puro e Simples de Jesus Cristo em uma sociedade que se intitulava predominantemente cristã. Dentro desse contexto, a situação social das mulheres também foi grandemente influenciada, não só pelas ideias dos reformadores, mas pelo resgate da análise às escrituras sagradas.

      As mulheres que poderiam ter influência ou relevância, geralmente eram mulheres de condições financeiras elevadas, ricas, esposas e parentes de homens nobres.

     Com a valorização do casamento em detrimento do celibato, as mulheres que antes viam no convento uma alternativa para seu crescimento intelectual e espiritual, tiveram seu cenário transportado para a família, assumindo papel de esposas e mães, ou seja, tiveram sua importância no contexto familiar valorizada: “Você é importante para a família”, sendo também um papel importante para a construção da sociedade e educação das crianças como um todo.

    Essa valorização de suas mulheres (ex-freiras) pode ser vista nas palavras dos reformadores, que experimentaram amor no contexto do casamento, segundo a Palavra de Deus:

Minha querida Kate me mantém jovem, e em boa forma também… Sem ela, eu ficaria totalmente perdido. Ela aceita de bom grado minhas viagens e quando volto, está sempre me aguardando com alegria. Cuida de mim nas minhas depressões e suporta meus acessos de cólera. Ela me ajuda em meu trabalho, e acima de tudo, ama a Cristo. Depois Dele, ela é o maior presente que Deus já me deu nesta vida. Se algum dia, vierem a escrever a historia de tudo o que já tem acontecido (a Reforma), espero que o nome dela apareça junto ao meu. Eu oro por isso…

Martinho Lutero sobre sua esposa Katharina Von Bora 

    Com a compreensão do Sacerdócio de todos os crentes, ou seja, que o relacionamento dos fiéis com Deus é independente de qualquer ordenação eclesiástica, a discussão (absurda) se a mulher teria alma, cedeu espaço para que a mulher buscasse a salvação em Jesus Cristo através do exame pessoal da Palavra de Deus, sem mediadores ou sacerdotes. A mulher pode buscar a Deus não por ser a portadora do pecado, enganada pela serpente, mas para ter um relacionamento pessoal com Deus pela fé.

        Desta maneira, essas mulheres de posição mais elevada que se destacaram, puderam utilizar de sua posição para auxiliar na disseminação da Palavra de Deus através de seus escritos, de suas pregações em público (algumas delas), e de seus privilégios.

Se Deus tem dado graça a algumas boas mulheres, revelando-lhes algo santo e bom através de suas escrituras sagradas, podem elas, por causa dos difamadores da fé, absterem-se de por no papel, falar, isso umas às outras? Ah, pode ser muito imprudente esconder o talento que Deus nos tem dado, nós que deveríamos ter a graça de perseverar até o fim. Marie Dentière

E mesmo se viesse a acontecer que Lutero negasse tudo o que disse – que Deus não o permita – isso não mudaria em nada a minha opinião. Eu não construo a minha opinião sobre a opinião de Lutero ou de qualquer outra pessoa, mas sobre a verdadeira Rocha: Jesus Cristo. Argula Stauff von Grumbach

            Tudo isso só foi possível, não por causa dos reformadores, mas pelo Espírito Santo e a Palavra de Deus onde pautavam suas vidas. Jesus Cristo trouxe a valorização da mulher à tona em seu ministério (ver: Desmistificando o cristianismo como religião machista ), e diferente das outras culturas, onde as mulheres eram pouco estimuladas a aprender, o cristianismo trouxe a oportunidade de aprendizado: “Aprendam! E aprendam principalmente a Palavra de Deus!”.

REFERÊNCIAS:

Anglada, Layse. [Mulheres da História] “Katharina Von Bora”, 2012. Disponível em: <http://www.mulherespiedosas.com.br/mulheres-piedosas-da-historia-katharina-von-bora-por-layse-anglada/&gt; Acesso em: 09 de nov. 2017.

George, Timothy. A Doutrina do Sacerdócio de Todos os Crentes Conforme Lutero, 1994. Disponível em: <http://www.monergismo.com/textos/igreja/sacerdocio_lutero_timothy.htm&gt; Acesso em: Acesso em: 09 de nov. 2017.

Almeida, Rute Salviano. Uma Voz Feminina Calada Pela Inquisição/ Rute Salviano Almeida – São Paulo: Hagnos, 2011.

Almeida, Rute Salviano. Uma Voz Feminina Na Reforma/ Rute Salviano Almeida – São Paulo: Hagnos, 2010.

Anúncios